Dra Julia Broetto, Cirurgião Plástico em Maravilha, Av. Sul Brasil, 583 - Conj. 306 - Centro, Maravilha/SC - Fone: (49) 3025-3108
Novidades
Capa >> Cirurgias da Mama >> 10 Mitos e Verdades sobre Implantes de Silicone nas Mamas

10 Mitos e Verdades sobre Implantes de Silicone nas Mamas

mama-aumento

A mamoplastia de aumento, cirurgia em que se utilizam implantes de silicone para aumentar e melhorar o formato das mamas, é uma das cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil. O implante de silicone também é recomendado para casos em que houve o comprometimento da sustentação e firmeza das mamas, como as mulheres cuja perda de peso ou gravidez alteraram o formato dos seios. Mulheres que tenham assimetria entre as mamas também podem ser beneficiadas por esta cirurgia. Conheça alguns mitos e verdades sobre os implantes de silicone nas mamas.

1.O silicone das próteses mamárias causa câncer – MITO

Com base em informações científicas consistentes provenientes de estudos amplos, não há evidência científica que existe relação causal entre implantes mamários de silicone e o risco aumentado de câncer de mama. Em outras palavras, segundo a literatura atual, o uso de implante de silicone nas mamas não causa câncer.

2.O implante de silicone nas mamas não impede a realização de mamografia – VERDADE

No caso das mulheres que têm próteses de silicone, a dificuldade na realização dos exames é um mito, pois os radiologistas estão muito habituados a analisar essas pacientes e a utilização de manobras específicas durante o exame permitem a realização da mamografia com visualização do tecido mamária e sem risco de rompimento da prótese. Em alguns casos, em torno de 30% do tecido mamário não é visualizado em portadoras de implante de silicone, mas se alguma dúvida existir, pode ser solicitado um ultrassom de mamas ou ressonância magnética.

3.O uso de implantes mamários impede a amamentação – MITO

O implante de silicone das mamas fica atrás da glândula, permitindo que os canalículos mamários funcionem normalmente. Algumas mulheres com ou sem implante não conseguem amamentar por causas diversas, mas geralmente não está relacionado ao uso de prótese de silicone nas mamas.

4.Os implantes de mamas devem ser trocados a cada 5 anos – MITO

Os implantes de silicone nas mamas devem ser acompanhados pelo médico e através de exames de imagem e, se alguma alteração estiver presente, devem realmente ser trocados. No entanto, não existe um prazo estipulado para troca dos implantes, geralmente as trocas ocorrem por volta de 10 a 15 anos após a colocação.

5. A redução da sensibilidade das mamas após a cirurgia é reversível – VERDADE

A diminuição da sensibilidade das mamas após a cirurgia geralmente é temporária e volta ao normal após alguns meses. Em raros casos ela permanece por mais tempo e necessita tratamento adicional.

6. A cirurgia pode ser realizada em qualquer idade – MITO

Para realização da cirurgia das mamas é necessário a maturidade sexual, que geralmente acontece após os 18 anos, que é quando as mamas já completaram seu desenvolvimento. No entanto, cada pessoa tem as particularidades genéticas e do meio em que vive que influenciam no desenvolvimento das mamas, portanto, há necessidade de uma criteriosa avaliação para decidir qual a idade em que a cirurgia pode ser realizada.

7. Mesmo com a prótese, as mamas podem cair com o tempo – VERDADE

Mesmo com a prótese de silicone, as mamas podem cair com o passar do tempo, de acordo com a elasticidade da pele e da glândula mamária da mulher, já que o silicone não impede o envelhecimento da pele e das mamas. Se isso acontecer, uma cirurgia de levantamento das mamas pode ser realizada, ressecando o excesso de pele que aparecer com o tempo e remodelando as mamas com o uso da prótese.

8. Não há diferenças entre as marcas de prótese de silicone – MITO

Existem diversas marcas de implante de silicone no mercado, com variações não somente de preço, mas também de qualidade do gel e do revestimento. Procure saber se seu médico usará uma marca baseada nessas diferenças e na segurança e não somente no preço do produto.

9. Existem diferentes formatos de implante de silicone para as mamas – VERDADE

Escolher o melhor implante para cada paciente não significa somente decidir sobre o volume, existem variações no formato das próteses e nas alturas, fato que modifica diretamente o resultado final da cirurgia. Embora existam diversos modelos de próteses, basicamente eles se dividem em redondas ou anatômicas, sendo os redondos os mais amplamente utilizados e os anatômicos com indicações mais específicas em pacientes que desejam ou necessitam um formato mais natural da prótese. Além disso, há diferenças nas alturas das próteses, o que é responsável na paciente pela projeção da mama para frente. Pode parecer complicado, mas um cirurgião plástico bem formado e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica saberá indicar qual o melhor implante para cada caso.

10. As próteses de mama se rompem facilmente – MITO

As prótese podem realmente se romper com algum forte impacto, mas é raro, geralmente há uma deformação do silicone sem rompimento. No entanto, se a prótese romper ela pode ser trocada por outra em uma nova cirurgia.

 

DRA JULIA BROETTO - CIRURGIA PLÁSTICA

CRM/SC 20440 – RQE 11729

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*


cinco + 8 =

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Dra Julia Broetto, Cirurgião Plástico em Maravilha, Av. Sul Brasil, 583 - Conj. 306 - Centro, Maravilha/SC - Fone: (49) 3025-3108